FIES 2017

 

 

NOTÍCIA FIES CPSA. 15/08/2017

A CPSA informa que encontra-se aberto o aditamento dos contratos do FIES 2º Semestre de 2017.

Fiquem atentos ao prazo para realizar o aditamento e confira por gentileza se o seu email e celular com a solicitação encaminhada pela CPSA.

 

 VEJA AS VAGAS DISPONÍVEIS PARA 2017.2  (encerrado o prazo para inscrição no site do MEC)

ADMINISTRAÇÃO (46431) Bacharelado NOTURNO 3 (CPC) R$ 873,13 1 569,24
CIÊNCIAS CONTÁBEIS (48666) Bacharelado NOTURNO 5 (CC) R$ 852,61 23 -
DIREITO (58504) Bacharelado NOTURNO 4 (CC) R$ 999,32 1 573,10
ENFERMAGEM (1260387) Bacharelado NOTURNO Curso autorizado R$ 1.080,38 3 489,02
ENGENHARIA CIVIL (1260603) Bacharelado NOTURNO 4 (CC) R$ 1.120,39 2 -
ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (1260606) Bacharelado NOTURNO Curso autorizado R$ 1.147,07 1 608,90

Atualizado dia 28/07/2017

Último dia para inscrições: 28/07/2017 

 

Critérios para o Fies 2017

Veja abaixo os critérios para inscrições junto ao Fies:

1-Disputa pela Nota de Corte do Enem – As vagas disponíveis para o Financiamento pelo FIES 2017  entram num Sistema (como no Sisu e no Prouni), e o candidato seleciona o curso que pretende. A disputa pelo financiamento se dará pela Nota de Corte do Enem. A nota da redação do Enem é o critério de desempate dos candidatos;

2-Cursos de Microrregiões do  país que têm baixos Índices de Desenvolvimento Humanoterão prioridade. Os cursos de graduação com melhores notas em indicadores de qualidade terão também a preferência em vagas a serem financiadas.

 3-Candidatos precisam obter média mínima de 450 pontos nas provas objetivas do Enem e não podem ter zerado na Redação. A nota do Enem passa a ser classificatória na disputa entre os candidatos. Valem as notas do Enem desde a edição de 2010;

4-Cursos avaliados com notas 4 e 5  nos critérios de avaliação do MEC terão prioridade para ofertar vagas pelo Fies;

5- 70% das vagas serão para cursos das áreas da Saúde, das Engenharias, e para Formar Professores;

6-Os juros passaram de 3,4% ao ano para 6,5% ao ano;

7-As vagas para o Fies 2017 serão disputadas pelos candidatos num sistema do MEC.O candidato escolhe o curso pretendido, informa a nota do Enem para disputar uma das vagas que serão financiadas. Será selecionado o financiamento pelo Fies 2017 quem tiver as melhores notas. Mas, no Fies o candidato poderá concorrer a apenas um curso.

Inscreva-se aqui:

 

http://fiesselecao.mec.gov.br/

http://sisfiesportal.mec.gov.br/

 

Acompanhe o número de vagas a serem disponibilizadas para a Faculdade ASA.

Graças ao conceito máximo máximo (5) do nosso curso de Ciências Contábeis  e excelentes conceitos nos demais cursos, a Asa tem se destacado no cenário da educação Nacional e tem ofertado um dos maiores números de vagas do FIES comparado a outras instituições.

O curso de Contábeis da Asa tem maior número de vagas do que toda Betim  e também  o mesmo número de todas de todas as faculdades de contagem somadas.

Portanto podemos destacar que a Faculdade Asa atualmente oferece o melhor custo benefício entre as faculdades da Grande Belo Horizonte, onde é oferecido cursos de qualidade com mensalidades acessíveis e ainda oferece o Transporte gratuito*.

Se você não se enquadra no perfil para conseguir o FIES você pode ainda utilizar o  PEP ASA – Parcelamento Estudantil Próprio,

Curso Grau Turno Conceito do curso Mensalidade p/ o FIES* Vagas Nota de corte**
ADMINISTRAÇÃO (46431) Bacharelado NOTURNO 3 (CPC) R$ 808,45 4 -
CIÊNCIAS CONTÁBEIS (48666) Bacharelado NOTURNO 5 (CC) R$ 789,45 19 -
DIREITO (58504) Bacharelado NOTURNO 4 (CC) R$ 925,30 2 -
ENFERMAGEM (1260387) Bacharelado NOTURNO Curso autorizado Conceito 4 R$ 1.000,35 6 -
ENGENHARIA CIVIL (1260603) Bacharelado NOTURNO 4 (CC) R$ 1.037,40 6 -
ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (1260606) Bacharelado NOTURNO Curso autorizado Conceito 4 R$ 1.062,10 2 -

 

Cronograma fies 2017

 

  • 25/07 a 28/07Período de inscrições
  • 31/07Resultado da pré–seleção na chamada única e Lista de Espera
  • 1º/08 a 07/08Conclusão da inscrição no SisFies pelos candidatos pré–selecionados na chamada única
  • 1º/08 a 03/09Os estudantes participantes da Lista de Espera que forem pré-selecionados deverão concluir sua inscrição no SisFies no prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da divulgação de sua pré–seleção no Fies Seleção.

 

Caso você não se enquadre nos pré-requisitos do Fies, você ainda pode utilizar o PEP ASA. Saiba mais:

 

FIES:

O FIES é um programa do Governo Federal destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores presenciais não gratuitos e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. A inscrição no Fies será efetuada exclusivamente pela internet, por meio do Sisfies nos períodos indicados pelo MEC. Os estudantes que concluíram o ensino médio a partir do ano letivo de 2010 e queiram solicitar o FIES, deverão ter realizado o (ENEM) de 2010 ou ano posterior. O Período de pagamento é de até três vezes a duração do curso.

INFORMATIVO CPSA  17.01.17

A CPSA ASA INFORMA: Prezados(as) Aluno(a) beneficiário do FIES, você receberá um e-mail solicitando a confirmação de seu aditamento para o 1º semestre de 2017. Se os valores estiverem corretos de acordo com o número de disciplinas cursadas confirme o aditamento. Caso contrário rejeite, em ambos os casos procure a CPSA, após essa etapa procure a CPSA assim que as aulas retornarem.                     Horário de 19h às 22h.

 

PRIMEIRO PASSO PARA INSCREVER-SE NO FIES

Acesse: sisfiesportal.mec.gov.br
Dúvidas: 0800 61 61 61 – horário de atendimento: segunda a sexta de 08h00 às 20h00.
Apos realizada sua inscrição no site acima, você deverá apresentar os documentos listados no  para download neste link para conferência da CPSA. (setor responsável da Faculdade ASA)

 

PROCEDIMENTOS DE TRANSFERÊNCIA DO ProUni / FIES

*A transferência integral de curso ou de instituição de ensino deverá ser realizada por meio do SisFIES (Sistema informatizado do fies).

1. O aluno solicita no SisFies a transferência desejada;

2. A CPSA de origem faz a validação caso as informações registradas no Sisfies e os documentos do estudante estejam em conformidade com as normas do FIES;

3. A CPSA de destino faz a validação caso as informações registradas no Sisfies e os documentos do estudante estejam em conformidade com as normas do FIES.

OBS: A transferência só poderá ser solicitada pelo estudante se o aditamento de renovação semestral do financiamento, relativo ao semestre de transferência, não estiver em trâmite ou contratado.

PRAZO DE VALIDAÇÃO PELA CPSA

– O prazo máximo para validação da transferência é de 10 dias a contar da data de conclusão da solicitação pelo estudante, sendo 5 dias destinados a CPSA de origem e os 5 dias restantes destinados à CPSA de destino.
Informações: 3571-9300 – setor FIES / PROUNI

 

REGRAS PARA TRANSFERÊNCIA DO FIES

A mudança de uma instituição de ensino para outra ou a mudança de um curso do Fies deve ser realizado, em junho ou dezembro do semestre que está cursando ou que está suspenso. Caso a mudança seja de curso, ela ocorrerá dentro da mesma instituição de ensino, já se a mudança for de instituição de ensino, ela ocorre de uma instituição para outra, mas o curso será o mesmo.

A mudança de curso só poderá ocorrer uma única vez na mesma instituição de ensino. O estudante poderá solicitar a mudança de curso do Fies ou instituição no ultimo mês do semestre que se está cursando.

Antes de procurar acesso a esse sistema, o estudante deve verificar, se a instituição qual pretende cursar tem adesão de acordo ao Fies e ao Fundo Garantidor de Operações de Crédito Educativo. É preciso verificar também se o curso que pretende cursar tem avaliação positiva do MEC.

Os estudantes que aderiram ao Fies antes de 14 de janeiro de 2010 e querem mudar de curso ou de instituição no Fies precisam apresentar o pedido à Caixa Econômica Federal.

Na transferência do Fies, o desligamento do estudante do curso ou da instituição de ensino deverá ser realizada nos meses de junho ou dezembro do semestre que está cursando ou que está suspenso.

O estudante pode cadastrar a sua solicitação uma única vez por semestre, seja qual for o tipo de transferência, desde que o tempo compreendido entre o início da utilização do FIES e o desligamento da instituição de ensino superior não seja mais que 18 meses.

O estudante deverá fazer o seu pedido de transferência de curso ou instituição de ensino superior por meio do Sistema Informatizado do Fies (SisFies).

Horário de atendimento – CPSA/ASA – 19h00 às 22h20

Segunda-feira – Serviço interno, não haverá atendimento aos alunos;
Terça e Quinta – Análise e recebimento de documentação; (os atendimentos serão realizados com distribuição de senhas limitadas).
Quarta e Sexta – Aditamento / transferência / suspensão e outros. (Aditamentos serão realizados por ordem de chegada).

Principais Características do FIES *
(*informações sujeito a alteração, confira sempre as regras que constam no site do MEC).

Financia até 100% das mensalidades do curso selecionado.

A taxa de juros foi reduzida para 6,5% ao ano.
As parcelas do financiamento serão mensais e com valores fixos.
Parcela máxima de apenas R$ 150,00 por trimestre no período de duração do curso e da carência.
18 meses de carência após o final do período de financiamento.
Período de pagamento de até 3 vezes a duração do curso.
Garantia pode ser feita por fiança tradicional ou fiança solidária.
Obrigatoriedade de ter feito o Enem a partir de 2011.

Para quem é?

Podem participar do FIES todos os estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação não-gratuitos que tenham obtido avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) e que seja oferecido por instituição de ensino superior participante do Programa.

Processo de Aditamento:

Como o estudante deve proceder com o aditamento de renovação semestral. O aditamento de renovação semestral dos contratos de financiamento, simplificados e não simplificados, deverão ser realizados por meio do Sistema Informatizado do FIES (SisFIES), mediante solicitação da Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) e confirmação eletrônica pelo estudante financiado. Após a solicitação do aditamento pela CPSA, o estudante deverá verificar se as informações inseridas no SisFIES estão corretas e:

I. em caso positivo, confirmar a solicitação de aditamento em até 20 (vinte) dias contados a partir da data da conclusão da solicitação e, em seguida, comparecer à CPSA para retirar uma via do Documento de Regularidade de Matrícula (DRM), devidamente assinada pelo presidente ou vice–presidente da Comissão;

II. em caso negativo, rejeitar a solicitação de aditamento e entrar em contato com CPSA para sanar as incorreções e solicitar o reinicio do processo de aditamento.

Em se tratando a solicitação de aditamento não simplificado, o estudante, após assinar o DRM, deverá dirigir–se ao Agente Financeiro, acompanhado do seu representante legal e dos fiadores, quando for o caso, para formalizar o aditamento ao contrato de financiamento em até 10 (dez) dias contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data da confirmação da solicitação de aditamento.
Após a validação das informações pela CPSA, qual documentação deve ser apresentada pelo estudante à instituição bancária? Para renovar a contratação do financiamento (aditamento de contrato) deverão ser apresentados os documentos (originais e fotocópias): • Documentos do aluno:
• Documento de Regularidade de Inscrição (DRI) emitido pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do FIES (CPSA);
• Termo de concessão ou de atualização do usufruto de bolsa parcial do ProUni, quando for o caso;
• Documento de identificação;
• CPF próprio e, se menor de 18 anos de idade não emancipado, CPF do seu representante legal;
• Certidão de casamento, CPF e documento de identificação do cônjuge, se for o caso;
• Comprovante de residência.
• Documentos do fiador (no caso da opção por fiança convencional ou fiança solidária):
• Documento de identificação;
• CPF;
• Certidão de casamento;
• CPF e documento de identificação do cônjuge, se for o caso;
• Comprovante de residência;
• Comprovante de rendimentos, salvo no caso de fiança solidária.

 

1. Conhecendo o Fies

(fonte: site do MEC, 15/01/2016), Sujeito a alterações. Consulte sempre o site do MEC.

1.1. O que é o Fies?

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), criado pela Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001 , é o programa do Ministério da Educação que financia cursos superiores não gratuitos com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

1.2. Quais são as condições do financiamento para novos contratos?

Os financiamentos concedidos com recursos do Fies a partir do segundo semestre de 2015 têm taxa de juros de 6,5% ao ano.

Durante o curso, o estudante deve pagar, a cada três meses, o valor máximo de até R$ 150, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento.

Após a conclusão do curso, o estudante terá 18 meses de carência para começar a pagar o financiamento. Nesse período, deve continuar pagando, a cada três meses, o valor de até R$ 150, referente aos juros que incidem sobre o financiamento.

Encerrado o período de carência, o financiamento pode ser pago pelo estudante em até três vezes o período financiado do curso.

1.3. Qual é o percentual máximo do valor do curso financiado pelo Fies?

O percentual de financiamento do valor do curso é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante.

O cálculo do percentual de financiamento é realizado de acordo com a fórmula:

Imagem cálculo do percentual de financiamento
Onde:
Imagem percentual de financiamento= percentual de financiamento do valor do curso
Imagem percentual de comprometimento= percentual de comprometimento marginal de renda
Imagem percentual de renda familiar mensal = renda familiar mensal bruta per capita, em R$
Imagem percentual de financiamento = parcela a deduzir por faixa de renda familiar mensal bruta per capita
Imagem percentual de financiamento = valor do encargo educacional cobrado pela instituição de ensino, em R$

Para fins de aplicação da fórmula, o valor de participação do estudante não pode ser inferior ao valor mínimo de participação (VMP), que é de R$ 50.

Parâmetros para definição do percentual de financiamento:

2. Novidades do Fies 2015

2.1. O que muda no Fies neste segundo semestre de 2015?

No segundo semestre de 2015, o Fies apresenta as seguintes mudanças:

  • Concessão do financiamento a estudantes com renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até dois e meio salários mínimos.
  • Prioridade na oferta de financiamento em cursos com conceitos 5 e 4 no Sinaes.
  • Prioridade na oferta de financiamento em cursos nas áreas de formação de professores (licenciatura, pedagogia e normal superior), saúde e engenharias.
  • Prioridade na oferta de financiamento em cursos nas regiões Norte, Nordeste e Centro–Oeste, exceto o Distrito Federal.
  • Processo seletivo, com base nas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para que o estudante obtenha o financiamento.
  • Concessão de desconto de 5% no valor das mensalidades, pelas instituições, para os estudantes financiados pelo Fies.

2.2. As mudanças são válidas somente para novos contratos?

As novas regras são válidas somente para os contratos assinados a partir deste segundo semestre de 2015. Os estudantes que contrataram o financiamento até o primeiro semestre mantêm as antigas condições.

2.3. Quais são os critérios adotados pela Secretaria de Educação Superior (SESu) para seleção das vagas ofertadas no processo seletivo do Fies referente ao segundo semestre de 2015?

As vagas ofertadas no processo seletivo do Fies referente ao segundo semestre de 2015 foram selecionadas de acordo com critérios técnicos, objetivos e impessoais, observando o disposto no art. 7º da Portaria Normativa nº 8, de 2 de julho de 2015, quais sejam:

  • conceito do curso obtido no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), priorizando cursos com conceito 5 e 4;
  • cursos da área de licenciatura, pedagogia e normal superior, engenharias e saúde;
  • regionalidade, priorizando os cursos localizados nas regiões Norte, Nordeste e Centro–Oeste, excluído o Distrito Federal;
  • demanda dos estudantes pelos cursos, verificada a partir do percentual de participação dos cursos que tiveram proposta de oferta nos Termos de Participação assinados pelas mantenedoras, tomando como base os totais de contratos de financiamento pelo Fies firmados em 2014; e
  • definição de limites de vagas a serem ofertadas em razão do conceito atribuído no Sinaes ao curso, observando o número de vagas autorizadas no Cadastro e–MEC de Instituições e Cursos Superiores do Ministério da Educação (Cadastro e–MEC), sendo 40% das vagas autorizadas conforme Cadastro e–MEC para cursos com conceito 5 pelo Sinaes, 35% para cursos com conceito 4, e 30% para cursos com conceito 3 ou sem conceito atribuído.

Assim, a partir do número de estudantes financiados no ano de 2014 em cada curso das entidades mantenedoras que apresentaram proposta de oferta de vagas para o processo seletivo do Fies relativo ao segundo semestre de 2015, foi definido o número de financiamentos para cada curso das instituições de ensino, priorizando aqueles com conceito 5 e 4, da área de licenciatura, pedagogia e normal superior, engenharias e saúde, e localizados nas regiões Norte, Nordeste e Centro–Oeste, excluído o Distrito Federal, garantindo ainda:

  • oferta de, no mínimo, 1 (uma) vaga para cursos que não tiveram contrato de financiamento firmado em 2014 mas que constaram da proposta apresentada pelas instituições;
  • oferta de, no mínimo, 10 (dez) vagas para cursos com conceito 5 (cinco) no âmbito do Sinaes que pertencessem à área prioritária, nos termos do § 2º do art. 7º da Portaria Normativa MEC nº 8, de 2015;
  • oferta de, no mínimo, 3 (três) vagas para cursos com conceito 5 (cinco) no âmbito do Sinaes e que não pertencessem à área prioritária, nos termos do § 2º do art. 7º da Portaria Normativa MEC nº 8, de 2015; e
  • oferta de, no mínimo, 1 (uma) vaga para cursos que apresentassem conceito 4 (quatro) no âmbito do Sinaes ou que pertencessem à área prioritária ou que estivessem localizados nas regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste, excluído o DF.

Foram considerados cursos da área de saúde: Serviço Social, Biologia–bacharelado, Biomedicina, Educação Física–Bacharelado, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Terapia Ocupacional, em consonância com o estabelecido na Resolução CNS nº 287, de 1998.

3. Inscrições

3.1. Quem pode se inscrever no Fies?

O estudante interessado em obter financiamento para o curso superior deve inscrever–se no processo seletivo do Fies. Pode participar do processo seletivo do segundo semestre de 2015 o estudante que:

  • Não tenha concluído curso superior.
  • Tenha renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até dois e meio salários mínimos.
  • Tenha participado de alguma das edições do Enem a partir de 2010 e obtido nota mínima de 450 pontos na média das provas e nota na redação que não seja zero.