Faculdade ASA recebe ministra Cármen Lúcia para aula magna do curso de direito

Auditório lotado, durante palestra

 

Com auditório lotado e transmissão simultânea nas redes sociais, a Faculdade ASA de Brumadinho recebeu na noite de sexta-feira (16) a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia Antunes Rocha, que proferiu a palestra “A judicialização da política e a politização da justiça”. A ministra foi a responsável pela aula magna do curso de Direito deste semestre e foi recepcionada pela coordenadora do curso de Direito da instituição, Carolina Elizabeth Venâncio, e demais professores do curso.

Aula magna - Carmen Lucia (6)Destaca-se que a advogada Cármen Lúcia é uma jurista, professora e magistrada brasileira, atual ministra do Supremo Tribunal Federal. Ela foi presidente da corte e do Conselho Nacional de Justiça de 2016 a 2018; exerceu também os cargos de ministra e presidente do Tribunal Superior Eleitoral.

Na véspera da palestra, todos os 300 lugares do auditório já haviam sido reservados pelos professores do curso de Direito, autoridades e juristas de Brumadinho e região, alunos, ex-alunos e a comunidade da cidade. Por isso, a aula magna da ministra foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da instituição e está em destaque na conta de Instagram (@faculdadeasa).

Além de Venâncio, compuseram a mesa do evento, a coordenadora do NPJ, Taisse June Barcelos Maciel Romano (representando a diretora da instituição, Sônia Aparecida Barcelos Maciel), a juíza da primeira vara civil da infância e juventude, Perla Saliba Brito, a promotora de justiça da comarca de Brumadinho, Luísa Carla Vilaça Guimarães, a promotora de justiça Ana Tereza Ribeiro Sales Giacomini, o professor Gustavo Hermont (representando o corpo docente do curso de Direito) e o professor Rafael Tallarico (responsável pelo convite e vinda da ministra).

Ao final da aula magna, a ministra Cármen Lúcia foi homenageada com uma cesta de presentes representativos da cultura de Brumadinho e certificado.

Orgulho

Abrindo os trabalhos, a professora Venâncio agradeceu a presença da ministra e destacou o orgulho da instituição em recebê-la. “Todos nós, especialmente os alunos, estamos muito contentes com sua presença. Desde o início do curso, eles escutam falar do STF, algo que parece tão distante e, de repente, esse algo distante está tão perto, aqui em nossa faculdade”, frisou.

“Cámen Lúcia é uma profissional que todos admiram, principalmente os estudantes e profissionais do Direito. Desde que a vinda da ministra foi confirmada todos estavam muito ansiosos e animados para a aula magna”, completou. O que foi confirmado pelas alunas Carine Alves de Souza (3º período) e Débora Viana Moura (8º período).
“A ministra Cármen Lúcia é uma profissional sensacional e a palestra dela foi espetacular! Ela fala com amor e do amor pela Constituição. A palestra foi muito inspiradora e estou orgulhosa em ser aluna da ASA e ter recebido a ministra para nossa aula magna”, revelou a aluna do 3ª período.

Da mesma maneira, sua colega do 8ª período, ainda emocionada, destacou sua admiração pela ministra. “Mentes brilhantes me deixam emocionada e Cármen Lúcia não é apenas uma mente brilhante, mas também tem um coração muito bom. Pelo que ela fala, a gente percebe que ela realmente pensa nas pessoas, e isso é muito lindo de se ver, até porque as decisões que ela toma são muito importantes para todos nós, brasileiros”, frisou.

De acordo com Venâncio, a ideia de trazer a ministra Cármen Lúcia para a aula magna surgiu no período pós-tragédia (rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, que deixou mais de 248 mortos e 22 desaparecidos até o momento), quando os professores se reuniram e decidiram buscar alternativas para que o retorno às atividades na instituição se desse de maneira mais tranquila. “No meio dessas conversas, o professor Rafael Tallarico aproveitou uma viagem de trabalho à Brasília e levou um ofício convidando a ministra para palestrar na Faculdade ASA; e ela aceitou prontamente”, revelou.

Aula magna

Do início ao fim da palestra, todos os presentes escutaram atentamente a ministra Cármen Lúcia, sem ao menos desviar o olhar; ao final, ela foi aplaudida de pé. Sua fala firme, a didática leve e o amor pela Constituição Brasileira conquistaram a plateia. Em sua fala, ela destacou a proteção da dignidade do cidadão brasileiro feita pela Constituição e, em pouco mais de 50 minutos conseguiu passar a todos seus ensinamentos sobre um dos temas mais importantes da área jurídica, o direito constitucional.

Aula magna - Carmen Lucia (1)
Antes de iniciar sua fala sobre o tema, ela salientou a presença majoritária de mulheres na mesa, destacando a importância do trabalho respeitoso e em conjunto entre homens e mulheres. Logo após, fez uma exposição sobre a história da Constituição e contou alguns ‘causos’ que aconteceram em sua longa carreira como advogada, magistrada e ministra.

Ela revelou que sempre carrega consigo a Constituição, recheada de anotações, para onde quer que vá. Disse também estar muito contente com o fato de que ultimamente os brasileiros estão se interessando mais por ela. “As pessoas falam de Constituição, ainda que muitos não saibam exatamente o que seja. Porém, ninguém passa pela vida sem a Constituição, é nela que está o princípio mais importante do direito, a dignidade humana”, frisou.

Cármen Lúcia recebe certificadoA ministra Cárman Lúcia também frisou que o mais importante da Constituição é proteger o cidadão e que a democracia dela precisa, mas não é suficiente. “Para que a Constituição valha e a democracia exista, é preciso que todos a respeitem”, enfatizou.

Ela ainda alegou não demonizar a política e que em sua visão, nem o poder judiciário deve exercer poder sobre a política, e nem a política deve ‘mandar’ no judiciário. “Um juiz não tem querer, ele tem apenas o dever, por mais difícil que ele seja”, explicou.
Por fim, a ministra foi categórica ao assumir que acredita piamente na Constituição, ainda que estejamos vivendo um período difícil. “Mas, qual período de nossa história foi fácil? Ainda assim, acredito no Brasil e no direito brasileiro, principalmente, porque acredito nos estudantes de direito”, finalizou.

Visão da Constituição

Ao final da fala da ministra, o professor Gustavo Hermont Corrêa agradeceu sua presença e refletiu sobre a necessidade permanente de continuidade dos estudos que a carreira jurídica nos impõe. “Nós começamos a estudar, mas não paramos nunca”, disse. Ele, então, aproveitou o momento e fez uma pergunta retomando a fala presente no discurso da Ministra, relacionada aos variados sentidos de Constituição, especificamente direcionada às mutações dessas concepções constitucionais vivenciadas no Brasil: “Para além de uma perspectiva sociológica, defendida por Ferdinan Lassale, política defendida por Carl Schmitt e Jurídica defendida por Hans Kelsen, seria possível admitir uma compatibilidade da nossa Constituição vigente com uma perspectiva de Constituição ‘culturalista’?”.

Prontamente, a ministra e professora Cármen Lúcia respondeu: “A visão sociológica é uma perspectiva europeia, a qual nós podemos aproveitar, porém, devemos construir a nossa. Já a visão ‘culturalista’, embasada no pensamento de Peter Häberle, pode ser percebida quando recebo duas mulheres indígenas no meu gabinete, e que não foram barradas no prédio para falarem comigo. Essa é uma maneira de pensarmos que, se não houvesse a Constituição, isso não seria possível”.

Ao final da palestra o professor da Instituição assim se manifestou: “Uma aula magna que marca a história da Faculdade Asa de Brumadinho, na medida em que se aproxima o sonho da realidade, pois a história de vida da Ministra demonstra que a superação, a persistência e a competência não se sucumbiram às resistências”.

Assista aqui a palestra da Ministra Carmem Lúcia no You Tube: aqui

 

Reportagem: Camila Martucheli
Fotos: Zartta Agência Fotográfica

Auditório lotado, durante palestra

Direito, Notícias

Faculdade ASA recebe ministra Cármen Lúcia para aula magna do curso de direito

Com auditório cheio, os alunos

vestibular 2019.2 capa materia

Notícias

Bolsas Avante Brumadinho

AVANTE: VONTADE DE AVANÇAR, DE SEGUIR ADIANTE.
+ de 200 bolsas de estudo.
+ de 200 possibilidades de você ir além.

faixa_van40x100cm_cv-02

Direito, Notícias

NPJ Itinerante

NPJ Itinerante leva orientação jurídica gratuita a comunidade do Córrego do Feijão no próximo sábado